A GRAVIOLA

A Graviola

O nome científico da graviola é Annona Muricata, popularmente conhecida como pinha, jaca de pobre, coração de rainha e jaca do Pará; nos países de língua inglesa Soursop  e nos países de língua hispânica como Guanábana e  Corossolier nos países de língua francesa.

É original da América Central e Amazônia Peruana.

Descoberta pelos espanhóis na costa e nos vales peruanos, foi trazida para o Brasil pelos portugueses ainda no século XVI.

Sua utilização é muito conhecida e documentada entre tribos indígenas na Amazônia estendendo-se posteriormente na cultura popular especialmente nas regiões norte e nordeste do Brasil.

É uma fruta de casca verde escura, chegando ao verde mais claro quando mais madura, de carne branca e suculenta, perfumada, com sementes escuras. Pesa em média de 2kg a 6kg, mas, frequentemente colhemos frutas de 10 a 14kg.

Exigente em tratos culturais, é protegida uma à uma com sacos de papel craft desde os 3cm sendo retirados com cerca de 4 ou 5 meses de idade para protege-la do ataque de pragas.

 PROPRIEDADES NUTRICIONAIS E UTILIZAÇÃO DA GRAVIOLA 

A graviola, além de muito saborosa, é uma fruta riquíssima em nutrientes e em fibras, em vitaminas, sais minerais, oligoelementos e em antioxidantes naturais.

Seus carboidratos de ação rápida fornecem energia sem aumentos dramáticos na glicemia sendo, portanto, adequada inclusive a pacientes diabéticos.

Por seu alto teor de fibras favorece o funcionamento adequado do intestino, prevenindo a obstipação crônica (“prisão de ventre”), desta forma contribuindo para a prevenção do Câncer de Intestino.

Suas vitaminas favorecem o perfeito funcionamento do organismo, inclusive melhorando a resistência do Sistema Imunológico.

Estudos de Universidades de vários países, entre eles os Estados Unidos da América investigam e buscam a comprovação de suas propriedades anticancerígenas, sendo, no entanto, reconhecido pela FDA (USA) até o momento, como agente estimulador do Sistema Imunológico.

A graviola é uma planta utilizada ao longo dos tempos na medicina alternativa, acredita-se que tanto a fruta, como suas folhas, raízes, cascas e sementes tem propriedades medicinais.

No Brasil, o chá das folhas é utilizado para problemas hepáticos e para reduzir os níveis de pressão arterial; o óleo obtido dos frutos verdes e das folhas é misturado com azeite de oliva e utilizado para aliviar dores reumáticas. O suco da fruta é também suas sementes para combater enteroparasitas.

 Para 100g da fruta:Energia  Ptn  Lip  Carb  Fibra  Cálcio  Fósforo  Ferro  Retinol Vit.B1   Vit.B2  Niacina  Vit.C
Kcal g g g g mg mg mg mcg mg mg mg mg
 60  1,0  0,4  14,9  1,1  24,0  28,0 0,5  2,0  0,07  0,05  0,9  26,0

 Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição (CGPAN).Alimentos Regionais Brasileiros. Brasília: Ministério da Saúde. 2002.
FREITAS, R.D.R.; BRIENZA, S.M.B. Estudo da ação de extratos de graviola (Annona muricata) sobre o estresse oxidativo em células sadias e linhagens tumorais. Anais do 15° Congresso de Iniciação Científica da Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2007.
JUNQUEIRA, N.T.V.; OLIVEIRA, M.A.S.; ICUMA, I.M.; RAMOS, V.H.V. Cultura da Graviola. In: SILVA, J.M.M.Incentivo à fruticultura no Distrito Federal: Manual de fruticultura, 2. ed., Brasília: OCDF COOLABORA, 1999. MORAES, Valter T. Graviola. Disponível em: http://www.vivabrazil.com/ graviola. Acesso em: 19 set. 2006.
SACRAMENTO, C.K. Graviola. 2000. Disponível em: http://www.ceplac.gov.br/radar/graviola.htm. Acesso em: 19 set. 2006.

   Filé de Graviola

O que é o FILÉ DE GRAVIOLA ?

O Filé de graviola é a mais pura expressão da fruta. Selecionadas, higienizadas e processadas imediatamente após sua colheita, as melhores frutas fornecem as “bagas” (unidades da massa da graviola) são trabalhadas delicadamente, retiradas as sementes, acondicionadas em embalagens previamente sanitizadas e armazenadas em condições específicas de frio, garantindo assim a pureza, o sabor e a segurança do alimento que lhes chega às mãos.

Ao contrário das tradicionais polpas de frutas, o filé de graviola mantém-se em seu estado natural, pleno de nutrientes e especialmente em seu teor de fibras, muito reduzido nas polpas devido ao seu preparo, porém, mantido no filé de graviola que alcança quase um terço das necessidades diárias recomendadas de fibras para o correto funcionamento do organismo.

“… Sem aditivos e sem conservantes, na porção exata!”

Acompanhando as necessidades da vida moderna, onde a praticidade, a qualidade, a confiabilidade e a sustentabilidade que não permitem desperdícios, entregamos em suas mãos, um produto para inúmeras possibilidades de uso, na quantidade exata para a elaboração de pratos saborosos, de carnes vermelhas, aves, saladas e frutos do mar que aproveitam o agridoce especial da graviola;  sobremesas delicadas; sucos e drinks exóticos, além do consumo in natura da fruta com todo e seu sabor.